domingo, 12 de setembro de 2010

Nascimento

Hoje a noite está fria
Seus braços já não me aquecem
Ah, como queria!

Hoje a noite é perversa
Com seus mistérios
Ela me engessa!

Com suas incertezas
Ela me intriga
Amiga!

E hoje, mesmo na noite tão fria,
Nasce minha poesia!

4 comentários:

  1. Singela poesia, deixa a noite menos fria...kkkk

    ResponderExcluir
  2. linda Gal!!!!Amei voce é demais!!

    ResponderExcluir
  3. A minha noite ontem estava assim... Mas vai chegando o fim de semana e as noites quentes voltarão... rsrsrs
    Bjos Gal!

    Dá uma olhadinha em osmessias.blogspot.com
    Sua interlocução é especial!

    ResponderExcluir
  4. GAL, NÃO SABIA QUE VC ERA POETA!
    ADOREI ESTA!

    ResponderExcluir